top of page

Chamada para o Caraguatatubense de surf 2023 será em setembro

Atualizado: 21 de ago. de 2023

Circuito vai premiar os campões caraguatatubenses 2023 e a ASC-LN pretende realizar as etapas como no ano passado, em ondas de até dois metros na praia Massaguaçu, em Caraguatatuba

Consuelo Ometto - foto Felipe Gordão


A partir do dia 1º de setembro, a Associação de Surf de Caraguatatuba e do Litoral Norte Paulista (ASC-LN), dará o start da abertura da janela para o início da primeira etapa do Municipal de Surf 2023, homologado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo, que poderá ocorrer em uma das seguintes praias: Martim de Sá, Massaguaçu ou Capricórnio.


A primeira etapa tem tudo para ocorrer no formato igual ao ano passado, em condições de ondas com até 2 metros de altura. O Circuito envolverá todos os atletas do Litorais Norte e Sul, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Grande São Paulo, promovendo um verdadeiro intercambio entre os atletas onde, ao final de todas as etapas, serão anunciados os campeões regionais, e os caraguatatubenses.


Pela Segunda vez o campeonato coroará o campeão do Litoral Norte paulista. "Aos poucos nosso circuito vai se caracterizando como um evento de porte regional e estadual, quem sabe no futuro com as autoridades locais não se torne de porte nacional ou até internacional", disse o presidente da ASC-LN, Luciano Sant’anna.


O Caraguatatubense de Surf 2023 contará com atletas em quatro categorias: Open Masculino, Open Feminino (idade livre), Master - acima de 35 anos para nascidos antes 1988 (1987 para baixo). Gran master - acima de 40 anos para nascidos anteriores há 1983 (1982 para baixo)


A temporadas de inverno e primavera são épocas do ano onde quebram as maiores e mais frequentes ondas na costa caraguatatubense. As disputas vão ser acirradas. Nomes como Ademar Gomes “o Pequeno”de Ubatuba, que venceu o circuito ano passado deve marcar presença. Igor Silva, de Caraguá, que sempre esteve nas disputas, no ano passado foi o campeão caraguatatubense. Nicolas Lopes ,“o Jacaré”, de Ubatuba, também está prevista a presença dele. Kalani Tomazzi, de Caraguá, que venceu uma das etapas anos passado junto com Felipe Gardelin e teve o mesmo feito ao vencer a segunda etapa, ambos brigram pelo título em 2022, mas chegaram na última etapa lesionados.


Outros que sempre se destacaram na Open Masculino são: o veterano Ari Gandola, Bruno Basile, Cristiano Andrade, Gilberto Alaby entre outros enfrentarão os atletas da nova geração como: Henrique Moliterno, Paulo Cesar, Kaynan Anthony, Guilherme Balio e Arthur Ometto que dão trabalho nas disputas. Ainda pode haver surpresas com os atletas do litoral sul que deve confirmar presença, como: Marcelino Alexandre, de Bertioga, Isac Pereira, de Itanhaém e Pedro Henrique, de Peruíbe, que venceu a última etapa, ano passado.


No Feminino, Consuelo Ometto campeã ano passado e Gabriela Cury, que venceu a primeira etapa, devem confirmar a presença.


Na categorias Master e Gran master vários atletas tem chances de conquistar o título esse ano, entre eles: Bruno Basile, Cristiano Andrade, Alexandre Gardelin, Gilberto Alaby, Ricardo Mello, Ari Gandola entre outros.


A inscrição custa R$ 110,00 para ranqueados do ano passado e poderão ser feitas até o dia 25 de agosto, caso os ranqueados não preencham as vagas os demais atletas poderão se inscreverem a partir do dia 26 até o dia 30 de agosto, e a inscrição custa R$ 160,00 reais por categoria.


Mais informações pelo Whatsapp (12) 9.9743-1018. O start para a etapa será dado com 48 horas de antecedência, a competição poderá ocorrer nas praias: Martim de Sá, Massaguaçu ou Capricórnio e ou na que estiver com as melhores condições de surfe.


ARTE CATAZ: Lucas Antunes (Surfart)


O Caraguatatubense de surf 2023 conta com a apresentação da Sape Surf School, Patrocínio da Sthill, Pranchas GM surfboards, Silva Indaiá Supermercados, Huk Locação de Máquinas e Sea North, Co- Patrocínio Mil Tintas, Água do Mar, Pranchas Super Kort e Green Comercio e serviços industriais, Apoio Quiosque Balaio Caiçara, Tratabem Piscinas, Restaurante Fornalha Grill, DN contábil, Ahaia balance your energy, Instituto Oceano, No Vaca Açaí e Velopraia Racing. Colaboração do Sport Life Surf Wear, Sportfight Fight Wear, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba e dos quiosques Marsão, Canto Bravo, Mar Ativo, Ninho da Coruja. A limpeza da área ficará ao cargo do Guardião da Costeira. O Circuito Caraguatatubense de Surf 2023 conta com a homologação da SPSurf.


84 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page