top of page

Evelin Neves foi a campeã do São Paulo Surf Festival Longboard Feminino

Atualizado: 11 de dez. de 2022

O festival continua no próximo final de semana (16 a 18/12) com o torneio de pranchinha feminina e presença do campeão mundial de surf em 2015, Adriano de Souza, convidado para participar do Sunset Talk


As cariocas Evelin Neves, campeã, ao lado da quarta colocada, Júlia Viana, parceira escolhida para desfrutar a viagem totalmente paga, prêmio conquistado no São Paulo Surf Festival / Foto Munir El hage


A primeira fase do São Paulo Surf Festival que agitou a praia de Maresias que reuniu diversas atrações ao público foi finalizada em grande estilo no domingo (11), com atividades esportivas na areia, competições, bateria com pranchas retrô, exposições, palestras, aulas de surf e yoga, desafio de remada e mostra de filme e com a maior prancha do mundo que ficou à mostra na praia, em frente ao palanque. A prancha que está no Guinness Book ficará exposta até o próximo domingo (18), no Museu do Surf Rico, montado na Rua 14, especialmente para este evento.


A cerimônia de abertura mais uma vez foi a tradicional remada com os praticantes de surf de pranchinha, stand up, longboard, só que desta vez com um toque especial, a maior prancha do mundo, que mede cerca de 11 metros, também entrou na água e foi conduzida pelos legends Picuruta Salazar e Rico de Souza que rebocados por um jet ski conseguiram surfar uma onda.


Na sequência iniciaram as disputas do Longboard feminino e a primeira semifinal foi entre a ubatubense Renata Porcaro, estudante de educação física e professora de surf contra a carioca Evelin Neves, quinta colocada no ranking da CBSurf de 2022. E a carioca levou a melhor, soube fazer a leitura das pequenas ondas e garantiu a primeira vaga para a grande final.


A segunda semifinal contou novamente com uma carioca e outra paulista. Julia Viana, do Rio de Janeiro, de 17 anos, vice-campeã do Brasileiro Júnior enfrentou a experiente vicentina Monique Pontes, TOP 30 do ranking da WSL e sétima colocada no ranking da CBSurf 2022 e a paulista venceu com tranquilidade para completar a bateria final.


E na grande final o título de campeã do torneio do primeiro São Paulo Surf Festival Longboard Feminino 2022 ficou para a carioca Evelin Neves, deixando Monique em segundo lugar e carimbou, literalmente, o passaporte ao faturar uma viagem para qualquer país da américa central com tudo pago e direito a acompanhante.


"Só agradeço e estou muito feliz de ter vencido aqui em Maresias. Um evento muito bem organizado", disse Evelin, que já havia fechado um acordo com Julia Viana, que quem ganhasse levaria a outra para a viagem, com isso, Júlia, quarta colocada, pode se considerar uma campeã também.


O terceiro dia do Festival também contou com uma bateria de ídolos que foi bem divertida com o Picuruta Salazar, 10 x campeão brasileiro, Leco Salazar, o primeiro campeão mundial da nova modalidade Sup Longboard 2022, Jeffson Silva que acumula três título brasileiro na categoria longboard e Carlos Bahia, que sagrou-se tetracampeão brasileiro de longboard em 2022. No mar de ondas muito pequenas eles deram um show, mostrando muita técnica, além de transmitirem muita energia positiva e alegria, que é o propósito do São Paulo Surf Festival. Desta bateria todos foram considerados campeões e receberam uma bela homenagem do embaixador do evento Rico de Souza e do presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo, Zé Paulo.


“Foram três dias de muita energia. Conseguimos proporcionar muita atividade para as pessoas com este lindo evento que contou com o apoio de pessoas verdadeiramente comprometidas com o surfe", comentou Rico de Souza.


O Festival também proporcionou ao público que compareceu à praia de Maresias uma apresentação da dança havaiana hula hula que encerrou a primeira fase do São Paulo Surf Festival, que terá continuação no próximo final de semana, em Maresias, e será encerrada oficialmente no domingo dia 18.


Para o presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo, Zé Paulo, o primeiro São Paulo Surf Festival fortaleceu e resgatou a magia do surf. "As pessoas estão acostumadas com eventos focados especificamente no surf competição, este teve um formato diferente, apesar de ter tido um torneio, mas o foco era o entretenimento e espero que o público tenha percebido. O objetivo é interagir e com isso espalhar o verdadeiro espírito do surf", ressaltou.


Resultado do primeiro torneio Longboard Feminino


1 - Evelin Neves (RJ)

2 - Monique Pontes (SP)

3 - Renato Porcaro (SP)

4 - Julia Viana (RJ)


Fotos Munir El Hage


O São Paulo Surf Festival é uma realização da Aprel, Rico Promoções Esportivas. Patrocínio do Governo do Estado de São Paulo. Apoios da Prefeitura Municipal de São Sebastião por meio da Secretaria de Esportes, Associação de Surf de São Sebastião (ASSS), Associação de Surf de Maresias (ASM) e homologado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo.

18 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page