top of page

Mais de 200 atletas competem na última etapa do Hang Loose Surf Attack 2022

Atualizado: 19 de out. de 2022


Kalani Robles, bi-campeão brasileiro Sub 14 e paulista 2021 / Foto Erick Medalha


Esta edição também contará com atletas do Peru e Equador na Praia de Camburi


A última etapa do Circuito de surfe mais tradicional do Brasil, o Hang Loose Surf Attack 2022, pretende reunir 240 atletas, de São Paulo, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e Bahia, e de outros países como Peru e Equador, na praia de Camburi, em São Sebastião, Litoral Norte de São Paulo. O evento contará com transmissão ao vivo e uma premiação de até 70 mil, a maior já oferecida em seus 35 anos de história.


A terceira etapa será definida em quatro dias, motivo foi que a Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) acatou, de forma democrática, as solicitações das associações paulistas, pais de atletas e federações dos estados, para abrir mais um dia de competição e dar a oportunidade para que todos os jovens que sonham em participar do circuito Hang Loose Surf Attack possam realizar essa vontade nesta última etapa.


Estão próximos dos títulos estaduais Masculino o atual bicampeão brasileiro de surf e campeão paulista de 2021 da Sub 14, que figura na vice-liderança do ranking paulista Sub 14 de 2022, o ubatubense Kalani Robles. Quem lidera é o santista John Muller, que também está na briga. O campeão da última etapa do Circuito Brasileiro de Surf de Categorias de Base 2022, da Sub 12, Vini Palma, que também lidera o ranking paulista na mesma categoria. Nas demais estão liderando a corrida pelos títulos o sebastianense  Matheus Neves na Sub 18, e o santista João Arthur, na Sub 16.


Entre as mulheres paulistas as líderes do ranking são a sebastianense Sol Carrion, que também encabeça a corrida pelo inédito título profissional feminino de surf de 2022, com a grande final marcada para dezembro deste ano, em Ubatuba. Ela está a frente na Sub 18 do Circuito Hang Loose Surf Attack. A praiagrandense Carol Bastides, campeã brasileira de 2022, e paulista 2021, mantém a invencibilidade na Sub 12, até o momento. Natália Gerena, de Ilha Comprida, e Giovana Donnato, de São Sebastião, chegam nesta terceira etapa nas pontas dos rankings das categorias Sub 14 e 16, respectivamente.


Com quatro dias de disputas e reunindo surfistas com até 18 anos de idade, esta última etapa definirá os campeões estaduais de 2022, Feminino e Masculino, de categorias de base Sub 12, 14, 16, e 18. De outros estados, Paraná, Rio de Janeiro e Bahia, nomes fortes do surfe de base estão confirmados. São eles Yuri Gabriel, Anuar Chiah, Bernardo Bicalho, Enrico Malhado, Cauã Diniz, Clara Chaves, Luara Mandelli, Maria Amélia Autuori, Sarah Ozorio e  Lanay Thompson.


Uma comitiva Peruana formada por Aissa Chuman (Sub 12), Brianna Barthelmess (Sub 12), Santiago Tejerina (Sub 12) e Salvador Salas (Sub 14), comandada pelo lendário surfista peruano Roberto Meza, já está em São Paulo para competir nesta última etapa, além do campeão Sub 16 do Equador, Bruce Burgos.


“Este é um evento de muita visibilidade para quem sonha em um dia ter o nome marcado no CT. Estamos recebendo atletas de outros países para competirem no Hang Loose deste ano, isso mostra a grandiosidade dele e a importância na vida desses jovens. É um título que enriquece o currículo de qualquer atleta iniciante. E nesta etapa teremos a maior premiação de todos os tempos”, comentou Zé Paulo, presidente da SPSurf.


Copa São Paulo – A Soul Electric será a apresentadora oficial da Copa São Paulo. A cidade que for anunciada campeã, ao final do circuito 2022, terá um crédito com a Federação de Surf do Estado de São Paulo, que se compromete em ajudar na realização da 1ª etapa do municipal de 2023, investindo 4 mil reais em premiação (blocos e acessórios de surf para os atletas) e um (1) mil reais para ajudar nos custos do staff técnico. Totalizando o investimento de 5 mil reais. A cidade de São Sebastião continua na liderança, seguida por Ubatuba, Guarujá, Bertioga, Santos, Praia Grande, Caraguatatuba, Ilha Comprida, Peruíbe, Itanhaém, São Vicente, Grande São Paulo e Mongaguá.


Intercâmbio – Na segunda etapa tivemos três atletas de outros países, dois da Argentina e um da República Dominicana. O mundo quer participar do Hang loose surf attack, pois desse circuito que saíram os melhores surfistas do mundo da atualidade, Gabriel Medina, Filipe Toledo, Adriano de Souza, entre outros que figuram no CT. Nesta grande final teremos a equipe peruana que fará um confronto Peru x Seleção Paulista, que será formada com os atletas das quatro cidades melhores colocadas de 2022.


Premiação – Ao final do circuito, os atletas de São Paulo, que forem anunciados campeões do ranking Estadual de Categorias de Base 2022, da Sub 18 (masculino e feminino),vão receber, cada um, uma Scooter Elétrica Mobyou, zeradas. Todos os pódios do 1º ao 4º lugares, de todas as categorias, recebem premiação em dinheiro, parafinas Manga Wax, blocos de prancha, leashes, entre outros brindes. A etapa também reserva R $1.000,00, dividido, entre os vencedores do Manga Wax Air Show e Sicrupt Girls Best Trick - melhor Manobra Feminino - (R$500 cada).


Os troféus da 34ª edição do Hang Loose Surf Attack que os atletas levam para suas casas são produzidos pelo Projeto S.I.R.I , que trabalha seriamente a questão da sustentabilidade, transformando lixo em produtos de arte e investindo cada vez mais na educação e conscientização ambiental.



O Hang Loose Surf Attack 2022 conta com os patrocínios da Sthill, Mobyou Mobilidade Elétrica e GiGa+ Fibras. É realizado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf). Apoios: Sicrupt, Manga Wax – Aderindo pelo Mundo, Garytos, Sim sucos, Sorvetes Rochinha, Pizzaria Porto da Praia, Nuty Açaí, Odara Alfajores, Taitiro’s Restaurante, Horti Fruti Betel, Sun Tech Grip Sistem, Special Boards, Keahana Blanks, Waves Now, Chilli Beans, Hotel Camburi Praia, Soul Electric, Giga + Fibra. Colaboração: Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Esportes, Associação de Surf de São Sebastião - ASSS e Associação de Surf Camburi - Ascam. Divulgação Waves.



119 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page