top of page

O 20º Dia do Surfista será comemorado neste sábado, em Santos



A Fundação Pinacoteca Benedito Calixto, com homologação da Federação de Surf do Estado de São Paulo - SPSurf, comemora no próximo sábado (21/01), mais um Dia do Surfista. O evento será realizado nas dependências do Salão Nobre do Casarão Branco da Avenida Bartolomeu de Gusmão, 15, em Santos/SP, com início às 18 horas.


Esta é a 20º edição do Dia do Surfista, instituído pela Lei Municipal n. 2172/2003, de autoria do Vereador Fábio Nunes.


Nestes 20 anos, 78 surfistas e personalidades ligadas ao esporte já foram homenageadas, tendo suas histórias registradas na coluna semanal “Histórias do Surf” pelo jornal A Tribuna.

O critério adotado se faz por idade e nesta edição, os homenageados serão Fábio Ventriglia, "o Jacuí", ativista ambiental, surfista e advogado; Dra. Alessandra Aguiar Aranha, surfista, Juíza Federal que deliberou pela criação do Parque Roberto Mário Santini; Celso Gonçalves, "o Bulina",  surfista e vencedor do primeiro campeonato de surf em 1973 e Rogério Santos, o primeiro Prefeito Surfista de Santos, onde nasceu o Surfe no Brasil.


O evento terá na direção da homenagem a Equipe de Pesquisas das Histórias do Surfe, Diniz Iozzi, "o Pardhal" e o escritor Gabriel Pierin, além da presença do presidente da SPSurf, o surfista Zé Paulo.


O ato será dirigido pela Fundação Pinacoteca Bemedicto Calixto, na pessoa de Roberto Santini, presidente da Pinacoteca, com cobertura da TV Tribuna (afiliada à Rede Globo), com transmissão ao vivo dos homenageados.


Em 1999, a Equipe de Pesquisas das Histórias do Surfe promoveu a primeira Exposição do Museu Itinerante do Surfe, com ampla divulgação deste esporte. Foram mais de 25 exposições nos mais diversos locais do Estado de São Paulo.


As histórias do surfe ressaltam ao público os ícones da modalidade como Homero, Irmãos Argento, considerados os precursores na fabricação de pranchas e da primeira loja de surf em São Paulo, com a marca Twin, e tantos outros atletas que valorizam a evolução do Surfe na cidade de Santos e no país e que fez nascer a ideia encabeçada pelos membros da Equipe de Pesquisas das Histórias do Surfe de criarem o Dia do Surfista nesta data.


O objetivo é valorizar a história do esporte na cidade de Santos, onde o surf “nasceu”, conforme historiadores dos primeiros registros nos fim dos anos 30 com os irmãos Thomas e Margot Rittscher e os amigos Osmar Gonçalves e Juá Hafers pegando as primeiras ondas com suas pranchas ocas, na Praia do Gonzaga.

18 visualizações0 comentário

コメント


bottom of page