top of page

Segunda etapa do Hang Loose Surf Attack acontece em Camburi com apresentação da EDP Brasil

Uma das maiores empresas do setor elétrico no Brasil e no mundo também terá uma equipe de surfistas competindo na etapa do principal campeonato de surf de categorias de base nacional liderada pelo ícone do surf português, Tiago Pires

Carol Bastides / Foto Erick Medalha


Destaque na abertura do circuito, a equipe da cidade da Praia Grande chegará à Camburi, onde acontecerá a segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2023, com vantagens. Os atletas praiagrandenses conquistaram oito pódios na primeira etapa, em cinco deles foram campeões. A jovem Carol Bastides, bicampeã paulista (2021 e 2022), foi a grande revelação ao conquistar três, dos cinco pódios vitoriosos, nas categorias Sub 12, 14 e 16.

Agora, a competição mais tradicional de categorias de base de São Paulo e do Brasil, que chega a sua 35ª edição consecutiva, retorna à Praia de Camburi, Litoral Norte Paulista, na cidade de São Sebastião, neste mês de Julho, entre os dias 21 a 23, com apresentação da EDP Brasil e patrocínios da Sthill, Garytos e Soul Electric Praia Grande, com realização da Federação de Surf do Estado de São Paulo, e apoios da Prefeitura Municipal de São Sebastião, por meio da Secretaria de Esportes, Associação de Surf de São Sebastião (ASSS) e Associação de Surf de Camburi (Ascam).


A competição pretende reunir o mesmo número de atletas que deu início ao campeonato, mais de 200 surfistas, de vários estados do Brasil, que são divididos entre oito categorias, masculino e feminino: sub12, sub14, sub16 e sub18. Nesta etapa, a EDP, além de apresentadora, também contará com uma equipe de atletas que fazem parte do projeto 'EDP Surf For Tomorrow’ formada por Kai Odriozola, disputando na Sub 18 e Matias Canhoto e Hans Odriozola, na Sub 16. No Feminino, Janire Etxbarri e Maria Salgado disputarão a Sub 18.


“Para nós é incrível conciliar essa viagem com as nossas datas. Estamos muito felizes de participar deste evento. Estamos levando provavelmente os melhores talentos europeus da atualidade da categoria júnior”, revelou Tiago, ex -Top do CT e comandante da equipe de surfistas europeus.


"Queremos mudar hoje o amanhã, por isso, focamos em apoiar e desenvolver projetos que representam a energia das fontes renováveis. O EDP Surf for Tomorrow está totalmente relacionado com a energia da água. Por meio do projeto, formamos uma equipe de jovens surfistas ibéricos e os apoiamos com um programa imersivo de treino, mentoria, acompanhamento físico, nutricional e psicológico. Assim, eles estão tendo a oportunidade de surfar as ondas de algumas das principais capitais do surf, nos mais importantes campeonatos de juniores do mundo, como o Hang Loose Surf Attack”, destaca Nuno Rebelo de Sousa, diretor de Marketing, Comunicação e Stakeholders da EDP no Brasil.


Na primeira etapa, na Praia de Mongaguá, a nossa “Califórnia brasileira”, como é carinhosamente conhecida, os campeões foram Lukas Camargo (PG) e Sol Carrion (SSB) na Sub18. Matheus Neves (SSB) e Carol Bastides (PGD) venceram na Sub 16. Calebe Simões (CAR) e Carol Bastides (PGD) lideram na Sub 14. Vini Palma (PGD) e Carol Bastides (PG) estão defendendo os títulos da Sub 12. Detalhe para a praiagrandense Carol, que lidera em três categorias. “Fiquei muito feliz com as vitórias conquistadas na primeira etapa e pretendo ter uma boa atuação na praia de Camburi, onde gosto bastante de surfar também”, disse.


A SPSurf manteve o critério do ano passado para os atletas participarem do Hang Loose Surf Attack 2023: surfistas de outros estados continuam sendo selecionados por suas federações, no entanto, apenas os melhores das categorias, baseado no ranking da Confederação Brasileira de Surf – CBSurf, de 2022, recebem as vagas, e os atletas paulistas indicados por suas associações.


Filiação – vale salientar que os nomes que estiverem nas listas de participantes devem preencher o cadastro de filiação no site da SPSurf, que continua sendo gratuito, porém, obrigatório e pode ser realizado clicando aqui!


Inscrições – O valor a pagar deve ser depositado diretamente na conta da SPSurf, pelas associações e federações e o comprovante enviado por e-mail para o Tour Manager da Federação, Marcos Bukão (tourmanager.spsurf@gmail.com) e para o e-mail da presidência da SPSurf (presidentespsurf@gmail.com).


“Camburi foi onde realizamos as primeiras etapas do Hang Loose Surf Attack na minha gestão e é também um lugar especial em todos os sentidos e com ótimas ondas. Tenho certeza que teremos um show de surf desta nova geração. E para abrilhantar ainda mais esta etapa estamos com uma delegação europeia, a equipe da EDP de surf, comandada pelo surfista lusitano, Tiago Pires, que figurou por anos entre os melhores do mundo. Estamos trabalhando para trazer muita atração para o público presente também”, informou Zé Paulo, presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf).


Ação Social - Para os três dias de competições também estão programadas muitas ações como palestras, entrega de livros e campanha do agasalho. Essas serão algumas das ativações para o público nesta segunda etapa do campeonato, envolvendo a EDP Brasil, que tem uma agenda com algumas atrações voltadas ao social e lazer com 30 crianças do Instituto Verdescola, onde já mantém um trabalho que estimula a prática do surf por mulheres. A Hang Loose, SPSurf, Prefeitura e entidades locais estarão envolvidas nas ações sociais e ambientais. Também está confirmada a presença do palhaço surfista Saracura, com suas gincanas para alegrar as crianças.


Premiação - Ao final do circuito, os atletas de São Paulo, que forem anunciados campeões do ranking Estadual de Categorias de Base 2023, da Sub 18 (masculino e feminino), vão receber, cada um, uma scooter elétrica da Soul Electric Praia Grande, zeradas. E em todas as etapas, os pódios do 1º ao 4º lugares, de todas as categorias, vão receber premiação em dinheiro, que neste ano teve 50% acrescido (1º R$ 750,00 – 2º R$ 450,00 – 3º R$ 300,00 e 4º R$ 150,00) e kits.


A etapa também reserva um valor em dinheiro, dividido entre os vencedores do Manga Wax Air Show e Girls Best Trick – melhor aéreo e melhor Manobra Feminino -, e também para as maiores médias da etapa (Masculino e Feminino) no The One Best Performance, que pagará mais R$ 500 para os vencedores.



A segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2023 é apresentada pela EDP Brasil e conta com os patrocínios da Garytos e Soul Electric Praia Grande. Apoios: Sthill, Manga Wax, Keahana, Sun Tech Grip System, The One, Nuty Açaí, Odara Alfajores, Janjão Bordados, Power Balance, Sea Curling, Ecosurf, Hotel Camburi Praia, Rochinha Sorvetes, Taitiros Restaurante, Litoral Atacadistas, Ymage Impressão Digital. Colaboração: Prefeitura Municipal de São Sebastião, CRS Comunicação e ASSS (Associação de Surf de São Sebastião). ASCam (Associação de Surf de Camburi). O evento é realizado e supervisionado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf).

37 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page