SPSurf apresenta a Seleção Paulista de Surf que vai competir no CBSurf Junior 2022


Foto Artur de Holanda

São Paulo, a "máquina de campeões no surfe", se prepara para competir na primeira etapa do Circuito Brasileiro de Surf das categorias de base, o CBSurf Rip Curl Grom Search, que acontece entre os dias 22 a 24 de julho, na Praia d’Ulé, em Guarapari, no Espírito Santo.

A Seleção Paulista, representando a Federação de Surf do Estado de São Paulo - SPSurf, mais uma vez será comandada pelo ex-surfista profissional de Ubatuba, Marcio Fagnani, o "Cebola", que quer repetir a boa campanha apresentada na Praia da Tiririca, em Itacaré, Bahia, no ano passado, onde conquistou o seu terceiro título nacional por equipes consecutivamente, além de sete pódios, dentre eles, três títulos de campeões brasileiros, dois no masculino e um no feminino, também recebeu o seu 14º título de campeão por Estados.

"Vamos enviar uma seleção forte para representar São Paulo, que é fruto do trabalho que estamos realizando no Estado, nas bases do surfe e sob o comando do experiente Cebola. Toda essa combinação só pode dar pódio para nossos atletas. Estamos confiantes", comenta Zé Paulo, presidente da SPSurf.

O título de campeão brasileiro de 2021, na principal categoria Sub 18, foi do Caio Costa, de São Sebastião, que recentemente venceu o Paúba Super Tubos 2022. O Ubatubense Kalani Robles, finalizou o ano de 2021, com dois títulos, o de campeão Paulista e Brasileiro na Sub 14. E a sebastianense Sophia Gonçalves é a dona do título de Campeã Brasileira Sub 16.

"Estou muito feliz com mais essa oportunidade de trabalho à frente da seleção paulista de surf, a maior campeã brasileira por equipes. Será sempre uma honra para mim poder dar a minha contribuição e fazer parte dessa História. São Paulo sempre foi um celeiro de grandes atletas e seguimos trabalhando na formação e desenvolvimento desses pequenos guerreiros para que um dia possam brilhar como grandes surfistas, antes disso, cidadãos melhores para um Brasil mais justo", disse Marcio Cebola.

Os escalados para este ano são:

Masculino

Sub 18: Guilherme Fernandes, Ryan Kainalo, Tierres Alves e Matheus Neves. Alternates: Murilo Coura, João Arthur, Yuri Beltrão, Gustavo Neves, Renan Rodrigues e Natan Brandão.

Sub 16: Guilherme Fernandes, Ryan Kainalo, Murilo Coura e Matheus Neves. Alternates: Kailani Rennó, João Arthur, John Muller, Daniel Duarte, Pedro Henrique, Luciano Ticole, Natan Brandão e Kalani Robles.

Sub 14: Kalani Robles, Pedro Henrique e John Muller. Alternates: Caio Okamoto, Vini Palma, João Vitor, Kailani Rennó, Pedro Ferreira e Keoni Rennó.

Sub 12: Vini Palma e Calebe Simões. Alternates: Davi de Souza e Keoni Rennó.

Feminino

Sub 18: Nairê Marquez, Sophia Gonçalves e Yasmin Neves. Alternates: Aurora Ribeiro, Gabriela Cury, Giovanna Donato, Luana Reis e Mayara Zampieri.

Sub 16: Nairê Marquez, Sophia Gonçalves e Giovanna Donato. Alternates: Luana Reis, Gabriela Cury, Mayara Zampieri, Maria Beatriz, Aurora Ribeiro, Gabrielle Muntaner e Catarina Baragatti.

Sub 14: Maria Beatriz e Natália Gerena. Alternates: Carol Bastides, Aurora Ribeiro, Luíza Savoi, Maeva Guastalla e Marina Suguimoto.

Sub 12: Carol Bastides e Julia Stefani. Alterantes: Maeva Guastalla, Marina Suguimoto, Paula Stefani e Eduarda Stefani.

0 visualização0 comentário