top of page

Bryan Almeida e Janire Etxabarri se destacam na segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2023


A espanhola Janine Etxabarri, integrante do Projeto EDP Surf For Tomorrow / Foto Erik Medalha


A segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2023 apresentado pela EDP, líder em geração em energia no Brasil, teve início na Praia de Camburi, em São Sebastião, com destaques para Bryan Almeida, Guarujá, na Sub 16 e Janire Etxabarri, Espanha, integrante do projeto Surf For Tomorrow, na Sub 18, com as maiores notas. O evento é realizado e supervisionado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) e conta com os patrocínios da Garytos e Soul Electric Praia Grande.

Em ondas perfeitas de meio "metrão", Bryan garantiu um 8,25, a maior nota do dia entre os homens, além de apresentar uma performance consistente dentro da água. Entre as mulheres, a atleta do País Basco e tricampeã europeia júnior foi a melhor e emplacou a nota 7,25. Os dois já estão garantidos nas semifinais das suas respectivas categorias.


Na lista dos melhores desta sexta-feira na Sub 18, estão John Muller (GUA), Daniel Duarte (BER), Matheus Neves (SSB) e Connor Donegan (HL), primeiro estrangeiro a vencer uma etapa do Hang Loose Surf Attack, em 2022. Eles avançaram em suas baterias e serão os primeiros a disputar a primeira semifinal programada para o domingo, onde apenas dois garantirão suas vagas na final. Os dois restantes que completam a bateria da grande final no último dia de evento sairão do segundo desafio e nas disputas estão Guilherme Fernandes (UBA), Kai Odriziola (ESP), que estreou mostrando um surf preciso e liderando a sua bateria, além de Lukas Camargo (PGD) e João Artur (SAN).


A Sub 16 Masculino também já garantiu os seus semifinalistas para o domingo e o praiagrandense Lukas Camargo (PG), campeão na primeira etapa da Sub 18 (PGD) é um deles, além de João Vitor (SSB), Daniel Duarte (BER) e Matheus Neves (SSB), vencedor da primeira etapa. O bicampeão brasileiro e campeão paulista Sub 14, Kalani Robles, vai tentar garantir sua vaga e para isso terá que enfrentar adversário de peso em sua bateria como Vini Palma (PGD), vencedor da Sub 12 na primeira etapa, Kailani Renno (UBA), atual líder da Sub 18 e dono da maior somatória da abertura da segunda etapa, Bryan Almeida (GUA).


As disputas na categoria Sub 14 avançou até as quartas de final e terá continuação neste sábado, segundo dia de disputas.


As baterias das semifinais no Sub 18 Feminino também já foram definidas e outra atleta do projeto Surf For Tomorrow, considerada uma das grandes esperanças do surf feminino Português, Maria Salgada, já conquistou o seu espaço. Mas não será fácil para ela, suas adversárias serão Luana Reis (SSB), Gabriela Cury (UBA) e Mayara Zampieri (SSB).


A dona da maior nota feminina desta sexta-feira, Janire Etxabarri (ESP), também terá que surfar muito para tentar sua vaga na grande final. Ela terá pela frente a jovem Carol Bastides (PGD), bicampeã paulista e campeã brasileira Sub 12 e atual defensora dos títulos em três categorias, Sub 12, 14 e 16 e, agora, se arrisca na Sub 18, além de Marina Suguimoto (UBA), atual líder da Sub 16 e Bibi Nogueira (PGD), "a rainha do Litoral Sul". Desta disputa duas atletas avançam para completar a grande final Sub 18, no domingo.


Já a Sub 16 Feminino, nesta sexta-feira, teve suas baterias realizadas até o Heat 4 e terá continuidade neste sábado.


O primeiro dia da segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2023 também foi marcada com as ações sociais envolvendo um grupo de jovens do Instituto Verdescola, onde a EDP mantém projetos. Eles conheceram a estrutura do evento, participaram de gincanas de limpeza na praia e de plantio de mudas nativas às margens do Rio Camburi. Depois fizeram uma roda de conversa, num bate papo bem descontraído, com os jovens surfistas Kauai Kuga, 10 anos, e Manuele Gonçalves, 12 anos, que relataram a importância e os benefícios que eles têm ao praticar o surf. Após essas atividades, foi só diversão com as brincadeiras programadas pelo palhaço Saracura, que alegrou a tarde da criançada.


Neste sábado, seguem as disputas e os organizadores darão continuidade ao cronograma do evento (https://www.spsurf.com.br/cronograma-hang-loose-surf-2-etapa-2023). Também serão revelados os vencedores do Manga Wax Air Show e Girls Best Trick – melhor aéreo e melhor Manobra Feminino -, e também para as maiores médias da etapa (Masculino e Feminino) no The One Best Performance. Os campeões receberão R$ 500 como premiação.





A segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2023 é apresentada pela EDP Brasil e conta com apoios Sthill, Manga Wax, Keahana, Sun Tech Grip System, The One, Nuty Açaí, Odara Alfajores, Janjão Bordados, Power Balance, Sea Curling, Ecosurf, Hotel Camburi Praia, Rochinha Sorvetes, Taitiros Restaurante, Litoral Atacadistas, Ymage Impressão Digital. Colaboração: Prefeitura Municipal de São Sebastião, CRS Comunicação e ASSS (Associação de Surf de São Sebastião). ASCam (Associação de Surf de Camburi).

48 visualizações0 comentário

Komentarze


bottom of page