top of page

Ilha Comprida recebe pela primeira vez etapa do Hang Loose Surf Attack

Cidade vai receber dois importantes eventos no mês de julho do calendário do surf do Estado de São Paulo


Izau Signorini em ação na primeira etapa do Hang Loose Surf Attack - Praia da Baleia - São Sebastião / Foto Eirk Medalha


A segunda etapa do Hang Loose Surf Attack apresentado pela Prefeitura de Ilha Comprida já tem destino certo, a Praia do Boqueirão Norte. Durante três dias a cidade será o cenário do importante evento para o surf em sua história: o município sediará ineditamente uma etapa do maior circuito de categorias de base do Brasil, que chega a sua 36ª edição ininterruptos. O campeonato acontece neste mês de julho, com início na sexta-feira, dia 5, e previsão de término no domingo, dia 7 de julho.


Os atletas e familiares terão a oportunidade privilegiada em conhecer um pouco deste municípios brasileiros que possuí 100% de seu território incluído na Área de Proteção Ambiental (APA) e é também classificado como Reserva da Biosfera do Planeta, pela Unesco, e área importante para a conservação das aves no Brasil (BirdLife International).


"A SPSurf pretende contemplar nesta gestão locais que nunca receberam ou que estão há tempos sem receber um evento de grande porte do surf paulista. Essa é uma forma de levar movimento para a cidade, que mexe com o turismo, economia local, além de dar oportunidade aos talentos locais, e também é a forma que enxergamos de democratizar o surf do Estado", ressalta Zé Paulo, presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo.


Após a primeira etapa do circuito, o ranking já está desenhado e aponta os principais candidatos ao título de 2024. Na categoria Sub 16, Kailani Rennó, de Ubatuba, e Carol Bastides, de Praia Grande, se destacam na liderança. Na categoria Sub 12, os líderes são Isabel Meyer, de Bertioga, e Matheus Jhones, de Guarujá. Já na categoria Sub 14, os líderes são Vini Palma e novamente Carol Bastides, ambos de Praia Grande.


"A Prefeitura Municipal de Ilha Comprida está bastante comprometida em fomentar o surf em sua cidade. Isso é o apoio necessário para a realização de eventos de grande porte. E esta iniciativa ajuda no turismo e na economia local e na prática do surf diretamente, que faz muito bem à saúde das crianças e aos adultos", destacou Zé Paulo, presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo.


As inscrições para a segunda etapa do Hang Loose Surf Attack 2024 estão abertas. Os interessados devem procurar suas associações locais para obter mais informações. O valor da inscrição é de 250 reais. É importante destacar que todos os surfistas que competirão nesta etapa devem estar devidamente filiados à SPSurf. Link da filiação . Aos atletas que compõem a Seleção Paulista de Surf, a SPSurf oferece isenção da taxa de filiação.


Premiação – Em todas as três etapas, além dos prêmios, os finalistas de todas as categorias, do 1º ao 4º lugares, receberão premiações em dinheiro no valor de R$ 1.100,00 para os campeões, segundo lugar, R$ 550,00; terceiro, R$ 330,00; quarto, R$ 220,00. Além de blocos de prancha Keahana, protetor solar Suntech e pulseiras Power Balance, parafinas Manga Wax, Kits e troféus de plásticos recolhidos das praias paulistas, produzidos pelo Projeto SIRI.


A etapa também reserva R$1.000,00 dividido entre os vencedores do Manga Wax Air Show e Manga Wax Girls Best Trick – melhor Manobra Feminino – (R$500 cada).


O diretor da Divisão de Esportes, Gonçalo Neto, também destaca o trabalho de formação permanente de atletas realizado pelo Município nas escolas municipais de Surf do Boqueirão Sul e do Boqueirão Norte. “Temos alunos de seis aos 76 anos de idade, pessoas com deficiência (PCD) , campeões e centenas de atletas em treinamento, num grande momento do surf para a cidade”.


Copa São Paulo – Neste ano também acontecerá mais uma edição da Copa São Paulo de Surf. O título de campeã está atualmente com a cidade de Praia Grande, vencedora em 2023.


Após a conclusão desta etapa do Hang Loose Surf Attack, a equipe da SPSurf já inicia os preparativos para a abertura do Circuito Paulista Colegial de Surf 2024, que acontecerá nos dias 8 e 9 de julho, na mesma praia de Ilha Comprida.

A segunda etapa do Hang Loose Surf Attack apresentado pela Prefeitura Municipal de Ilha Comprida conta com apoios de SunTech, Blocos Keahana Açaí Space, Apartamentos Katrin, Apartamentos Apiai, Sim Imóveis, Parafinas MangaWax, Litoral Atacadista, Ymage, Pizzaria e Restaurantes Birita's, Pousada Balli, Restaurante Magnus, Power Balance, CRS Comunicação. O evento é realizado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) e conta com a divulgação do Portal Waves.

90 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page