top of page

Kalani Tomazzi e Gabriela Cury vencem a primeira etapa do Caraguatatubense

Massaguaçu não decepcionou e mostrou a sua força na primeira etapa do Caraguatatubense, em ondas pesadas de até 2 metros

Atleta Kalani Tomazzi / Foto Felipe “Godão”

O atleta Caraguatatubense Kalani Tomazzi venceu a categoria Open, no último sábado (13/08), na primeira etapa do Circuito Caraguatatubense de Surf 2022 - Taça Mitsuo Kashiura. Em ondas de 1 a 2 metros de altura. Com a vitória, Kalani conquistou uma vaga para disputar a etapa do WQS 1000 (etapa mundial da divisão de acesso ao WT), que acontecerá entre os dias 25 a 28 de agosto, na Praia de Itamambuca, em Ubatuba. “Queria agradecer a Deus, família e a todos que me apoiaram neste evento, e ao meu apoiador de pranchas, foi irado", comentou.

Para garantir o lugar mais alto do pódio, Kalani Tomazzi venceu o ubatubense Ademar Gomes, "o Pequeno'', que ficou com a segunda posição. O caraguatatubense Igor Silva finalizou na terceira colocação, e também conseguiu a vaga para disputar o WQS. Em quarto lugar ficou Nícolas Lopes, também de Ubatuba.

O evento contou com atletas de todo litoral norte paulista, vale do Paraíba e litoral sul de São Paulo. Foram disputadas sete categorias. Além da categoria Open Masculina, o evento realizou a Open Feminino e a grande campeã foi outra caraguatatubense, Gabriela Cury. "Estou muito feliz. O mar estava muito difícil, mas as meninas foram muito casca, sempre alto nível, e é uma honra estar representando Caraguá, estamos juntos”, disse a atleta, que já vem sendo destaque no circuito paulista amador e brasileiro. Gabi deixou para trás as atletas Consuelo Ometto, de Caraguá, Laura Agnes, de Maresias e a jovem Samira Stafany, representante de Caraguá no Circuito Paulista de Categorias de Base.

Na categoria sub 18 Masculina, o grande vencedor foi Caio Rodrigues, local da Praia do Sapê, e representou Caraguá também no paulista amador. “Marzão desafiador com altas ondas. Feliz em ter vencido com uma boa performance. Queria agradecer a todos os envolvidos. O evento foi irado, com uma estrutura show, além das altas ondas”. A segunda colocação ficou para Kayan Anthony, de Ubatuba. Paulo César, também de Ubatuba, finalizou na terceira colocação, e a conquista do quarto lugar foi do Luca de Luna, outro ubatubense.

Na Longboard Masculino, outro local da Praia do Sapê, Marcelo Guimarães, mais conhecido como “Rasta” foi o grande vencedor. "Conquistar um título não é fácil, só a gente sabe a caminhada que é. E a final foi de alto nível, num 'marzão grosso'. Graças que eu consegui achar duas ondas abençoadas, mostrei meu surf e estou feliz. Obrigado pela oportunidade e vamos embora para a próxima”.

Na Longboard Feminino, a local de Massaguaçu, Cristina Brazil, a “Cris”, conhecedora das ondas locais, foi a grande campeã. “Foi uma grande superação para mim. Acredito que para as meninas também. O mar não estava fácil, tanto que todas deveriam se sentir campeãs por enfrentar um mar desses, dropar as ondas, entrar e sair, num mar 'casca grossa' não é fácil”.


A Master o grande campeão foi Ademar Gomes, de Ubatuba, mais conhecido como “Pequeno”. "O campeonato está alucinante e as ondas estão incríveis. Estou 'felizão' por ter vencido e participar de três finais e ganhar uma. Na Longboard fiquei em quarto lugar, e vice na Open”.

Na Gran Master, para atletas acima de 45 anos, a surpresa foi Ricardo Totora, que superou Alexandre Gardelin, segundo colocado. Anderson Africano finalizou em terceiro e o experiente Ari Gandola, em quarto lugar. “Não tem emoção maior do que ganhar um evento de surf. Queria agradecer todo mundo aí pela 'vibe', valeu mesmo”.

Na categoria Surf Adaptado a Associação de Surf de Caraguá e do Litoral Norte Paulista optou por poupar a integridade física dos atletas. "Os surfistas adaptados são limitados nos movimentos, e com o tamanho das ondas poderia colocar em risco a integridade física dos atletas, porém, vale ressaltar, o comparecimento dos atletas Marçal Leme e Robson Careca que foram ao evento para assistir e prestigiar", informou o presidente da ASC-LN, Luciano Sant'Anna.

"Valeu a pena esperar por essas ondas, poderíamos ter chamado o evento por duas vezes em condições ruins, com ondas de meio metro, que permite a regra, mas pensamos mais nas performances dos atletas e no retorno aos nossos apoiadores. Quando se faz um evento com altas ondas, marca o esporte e isso será lembrado por muitos e muitos anos. Queria agradecer a Jesus Cristo. Devo a ele 100% todo o evento, fui apenas um instrumento em suas mãos para realizar a sua vontade na vida dos surfistas. Agradecer aos nossos patrocinadores e apoiadores como a Prefeitura que ajudou bastante", disse o presidente.


Fotos Fábio Ramos

Próxima Etapa

As inscrições já podem ser feitas por meio do Pix 55.559.033.0001-68, chave CNPJ, em nome da ASC – Associação de surf de Caraguatatuba. O comprovante deve ser enviado para o WhatsApp (12) 997431018, com nome completo, apelido de competição, data de nascimento, endereço e categoria.

A janela de espera estará aberta a partir do dia 1º de Setembro, e o evento acontecerá na praia que oferecer melhores condições de ondas.

Atletas não filiados pagam 100 reais pela inscrição e terão direito a uma camiseta do evento. Atletas filiados têm 50% de desconto e terão direito a uma camiseta do evento também. Quem quiser se associar na ASC-LN é só entrar em contato pelo mesmo WhatsApp (12) 997431018, para mais informações.

O Caraguatatubense de surf 2022 conta com a apresentação de Silva Indaiá Supermercados. Patrocínio de Kashiura Papelaria, Huk Locação de Máquinas, Água do Mar Surf Shop e Sapê Surf School. Co- Patrocínio do Caraguá Praia Shopping, Brisa Hotel, tripanga Skibanana, Joy Dias seguros, Espeticho Bar e Restaurante, Pranchas Super Kort, Pranchas Litoral Norte Surfboard’s, Quiosque Balaio Caiçara e Tratabem Piscinas. Apoios da DN contábil, Colégio Tableau, Instituto Oceano, No Vaca Açaí e Velopraia Racing. Colaboração do Sport Life Surf Wear, Hinstorm Surf e Skate Wear, Sportfight Fight Wear, Prefeitura Municipal de Caraguatatuba e dos quiosques Marzão, Canto Bravo, Mar Ativo, Ninho da Coruja, Gordão Fotografias e Guardião da Costeira. O Circuito Caraguatatubense de Surf 2022 conta com a homologação da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf) e conta pontos para o ranking paulista nas categorias de base.


Resultado da Primeira Etapa - Circuito Caraguatatubense de Surf 2022 - Taça Mitsuo Kashiura


Final - Open masculino

1 - Kalani Tomazzi

2 - Ademar Gomes

3 - Nicolas Lopes

4 - Igor Silva


Master

1 - Ademar Gomes

2 - Bruno Basile

3 - Cristiano Andrade

4 - Igor Silva


Longboard Masculino

1 - Marcelo Rasta

2 - Túlio Dalpiaz

3 - Nicolas Lopes

4 - Ademar Gomes


Gran Master

1 - Ricardo Totora

2 - Alexandre Gardelin

3 - Anderson Zilioli

4 - Ari Gandola


SUB 18 Masculino

1 - Caio Rodrigues

2 - Kaynan Anthony

3 - Paulo Cesar

4 - Luca de Luna


Longboard Feminino

1 - Cristina Brazil

2 - Dani Guimarães

3 - Katellyn Oliveira


Open Feminino

1 - Gabriela Cury

2 - Consuelo Ometto

3 - Laura Agnes

4 - Samira Stephany


106 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page