top of page

Matheus Jhones e Manu Medeiros fazem as maiores notas na abertura do Hang Loose Surf Attack 2024 apresentado pela EDP Brasil

Atualizado: há 6 dias

A Federação de Surf do Estado de São Paulo, organizadora do circuito, vai pagar mais de 15 mil em premiação aos finalistas, por etapas


Matheus Jhones / Foto Eric Medalha


O Circuito Paulista de Categorias de Base, o Hang Loose Surf Attack 2024, teve início na praia da Baleia, na sexta-feira (7/6), em São Sebastião, apresentado pela EDP Brasil. O primeiro dia de competições foi marcado por boas ondas e dia ensolarado, além de muita diversão e atividades educativas que enriqueceram o evento.


O potiguar radicado no Guarujá, Matheus Jhones, ultrapassou limites e finalizou o dia com as melhores pontuações do evento. Em uma grande fase o surfista conquistou um 8 e um 8,75 e somou 16,75 para finalizar o dia com os maiores recordes conquistados na terceira bateria do round 1 da Sub 12. Matheus mostrou um surf potente, consistência e demonstrou habilidade nas ondas que chegaram a um metrão nas maiores da série na praia da Baleia.


Outro que mereceu atenção foi o caraguatatubense Nicolas Oliveira, que foi um dos grandes destaques também da competição ao conquistar a segunda maior nota do dia, um 7,75 pontos, na Sub 16. Nicolas apresentou técnica e determinação nas ondas do Canto Mágico. O jovem se encontra em ótima campanha e já está com o passaporte carimbado para disputar o Semillero Olas Pro Tour Europa 2024, um dos maiores eventos de categorias de base sul-americano, após ser o atual líder da Sub 14.

 

Outros atletas que merecem atenção nesta abertura com boas somatórias foram o colombiano Romeo Chavez (13,00), Nicolas Oliveira (11,90), o itanhaense Guilherme Noé (11,85), ubatubense Eduardo Mulford (10,75) e o capixaba  Eric Gratz (11,40).


"O Hang Loose Surf Attack sempre foi uma plataforma de lançamento de surfistas para o mundo. Exemplo disso são os nossos campeões no surf mundial. Todos passaram por este evento. Tivemos uma abertura perfeita, com boas ondas, tempo bom e muita ação na praia. Esses ingredientes são os temperos do Hang Loose Surf Attack", brincou Zé Paulo, presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo, organizadora do circuito, que realizará mais duas etapas durante o ano antes de anunciar os campeões de 2024.


Maeva Guastalla e Manu Medeiros / Foto Eric Medalha

 

Entre as meninas do Sub 14, Manu Medeiros, de São Sebastião, deu um show de surf. Manu conquistou a maior nota do dia, um 7,25 pontos e também a maior somatória, 12,75. Outros destaques entre as meninas ficaram para a ubatubense Maeva Guastalla, que alcançou a segunda maior somatória, 10,50 pontos e, para a capixaba Ana Dagostini, que finalizou com a segunda maior nota 6,25, na última bateria do dia, Sub 12. 

Ainda destacando as surfistas que tiveram somatórias altas, destaque para a Praia Grande, com Julia Stefani, que somou 10 pontos. As performances dessas jovens atletas mostram o quanto o surf feminino vem evoluindo a cada ano.


Além das acirradas competições, o evento contou com diversas atividades paralelas. A EDP Brasil, apresentadora oficial desta primeira etapa, organizou gincanas e ativações com as crianças, promovendo a conscientização sobre sustentabilidade e preservação ambiental. O Palhaço Saracura animou o público com suas brincadeiras, garantindo um ambiente alegre e descontraído.


Uma ação significativa foi a visita de cerca de 25 alunos da Escola Municipal Sebastiana Costa Bittencourt, que fazem parte do projeto "Meu Surf". Os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer toda a estrutura de um campeonato de surf, vivenciando de perto a emoção do esporte e também participaram das brincadeiras com o Palhaço Saracura. O projeto "Meu Surf" se resume em literalmente aulas de surf com os alunos durante o verão. O objetivo é despertar neles a vontade de surfar.


Alunos do Projeto Meu Surf / Foto Eric Medalha

 

Neste sábado, 7 de junho, a partir das 7h30, o evento continua com a segunda fase das categorias Sub 12, Sub 14 e Sub 16, tanto no Masculino quanto no Feminino. A expectativa é de mais um dia de muito surf.


Sobre a Hang Loose


Com uma história de mais de 40 anos, a Hang Loose é uma marca icônica no mundo do surf, comprometida em apoiar e desenvolver o esporte no Brasil. A marca continua a incentivar a nova geração de surfistas, proporcionando eventos de alto nível e oportunidades para os jovens talentos.


Sobre a EDP Brasil


A EDP Brasil, uma das maiores empresas de energia do país, destaca-se pelo seu compromisso com a inovação e a sustentabilidade. O patrocínio ao Hang Loose Surf Attack reflete o empenho da empresa em promover o esporte, a educação e a consciência ambiental.


A primeira etapa do Hang Loose Surf Attack 2024 é apresentada pela EDP e conta com os apoios da Sthill, Sun Tech Grip System, Blocos Keahana, Água Cristal Litoral, Manga Wax, Odara Alfajores, Nuty Açaí, Ymage Impressão Digital, Surf Trunk, 20 Pés, Taitiro’s Restaurante, Rochinha Sorvete, Pulseiras Power Balance, Hotel Camburi e CRS Comunicação. Colaboração: Prefeitura Municipal de São Sebastião, ASSS - Associações de Surf de São Sebastião, Ascam, ASSB Associação de Surf Sahy Baleia. Divulgação Portal Waves.

113 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page